• Streetdogs

Vantagens ao esterilizar o seu animal de estimação.


Provavelmente já ouviu falar nos termos “esterilização” e “castração” de fêmeas e de machos, clinicamente conhecidos por ovariohisterectomia e orquiectomia, respetivamente. Dizem respeito a intervenções cirúrgicas, realizadas sob anestesia geral por equipas médico-veterinárias, que consistem na remoção dos órgãos reprodutores das fêmeas (útero e ovários) e dos machos (testículos).

São, possivelmente, as cirurgias realizadas com mais frequência nos veterinários. No entanto, os tutores dos animais devem tomar a decisão de esterilizar ou castrar com responsabilidade e estar cientes das vantagens que estas técnicas acarretam não só para si, mas sobretudo para o seu animal de estimação. Esterilizar também contribuí para o abandono de animais, aliás, diríamos nós que é, provavelmente, o método mais eficaz para prevenir o abandono, mesmo que arranje famílias para todos os filhos da sua cadela/gata, não consegue controlar que uma boa parte desses filhotes não acabe os seus dias abandonado na rua.

Vantagens da esterilização das fêmeas

  • As fêmeas deixam de ter cio e consequentemente evitam-se os comportamentos de ansiedade e irritabilidade associados ao mesmo. A maioria das cadelas, apresenta cio duas vezes por ano, que se caracteriza por corrimento vaginal sanguinolento e atração de todos os machos que estiverem em redor.

  • O caso das gatas é bem diferente, já que podem ter vários períodos de cio por ano, que se manifestam por vocalizações intensas e posturas corporais específicas.

  • Impede o nascimento de ninhadas indesejadas e consequentemente a sobrepopulação canina e felina. A esterilização dos animais de estimação com dono é o passo mais importante para diminuir o excesso de animais errantes.

  • Reduz a probabilidade de desenvolvimento de tumores mamários, sobretudo se realizada nos primeiros anos de vida da cadela/gata. Impossibilita o aparecimento de infeções e de tumores do aparelho reprodutor e de quistos ováricos.

  • Previne a pseudogestação, também chamada de “gravidez psicológica”. Este fenómeno ocorre quando existe um desequilíbrio hormonal, levando a fêmea a manifestar comportamentos como se estivesse realmente grávida e prestes a dar à luz. Reduz as fugas das fêmeas para o exterior, diminuindo assim os ferimentos resultantes de traumas (ex: atropelamentos e lutas) e a possibilidade de contágio com doenças infecciosas.

  • O custo da cirurgia é inferior ao da administração prolongada da pílula.


Vantagens da castração de machos

  • Evita o nascimento de ninhadas não planeadas.

  • Atenua os comportamentos de ansiedade e nervosismo quando uma fêmea em cio está por perto.

  • Pode abrandar a agressividade entre os machos. Reduz a marcação territorial (fazer xixi em qualquer lugar).

  • Diminui as fugas de casa e os riscos associados às mesmas (ferimentos, atropelamentos e contágio com doenças infecciosas).

  • Reduz o aparecimento de tumores e de infeções do sistema reprodutor masculino.

  • Diminui a probabilidade dos cães desenvolverem hiperplasia benigna da próstata e os problemas a ela associados.

  • O animal pode tornar-se mais meigo e tranquilo, no entanto, é importante referir que muitos dos machos que sejam agressivos por outros motivos, por exemplo por medo, não sofrem alterações comportamentais.



42 visualizações